Eleições 2010

Essas eleições, hein? Que coisa!

O Tiririca eleito em São Paulo como o deputado federal mais votado.

O Garotinho eleito no Rio de Janeiro.

Ainda bem que em Minas meu candidato ganhou. Aliás, à excessão do candidato à presidência, os demais ganharam. E desta vez eu sei bem em quem votei, não vai dar para esquecer. Votei consciente e estou feliz por isso.

Ao contrário do que se esperava (ou do que eu esperava), a festa da democracia foi no final uma piada de mau gosto. Eu esperava ansiosamente por uma revolução em termos de conscientização dos eleitores, que viram tanta sujeira ser jogada no ventilador nos últimos anos, até nos últimos meses. Depois de tanta mobilização para a aprovação do projeto Ficha Limpa, o que adiantou?

Mas no final das contas, de pouco adianta meia dúzia de gatos pingados serem conscientes. Merecemos nossos governantes. Somos um país que gosta de ser feito de palhaço e que aceita ser passado para trás. O resultado está nas urnas. Quem mais aparece na mídia é quem ganha.

Vamos reclamar de quê? Falta educação? Falta consciência. Enquanto analfabeto for obrigado a votar, vai ser assim. E quer melhor situação do que manter a população alienada em política? Não tem candidato para votar? Então que seja em quem é mais fácil lembrar. Que tal votar em 2222? Fácil, não?

Viva o Tiririca e viva o Garotinho, que são espertos e souberam se aproveitar da situação, como ótimos cidadãos brasileiros.

Agora, que venha o segundo turno e mais uma prova da ignorância deste país.

Anúncios