Nova saga com meu laptop + Linux

Pessoas são interessantes. Mais engraçadas que interessantes. Particularmente eu não entendo muito do comportamento humano, acho que é por isso que eu tenho tanta tendência a fazer psicologia. Quem sabe um dia, depois do trauma de passar quatro anos em uma faculdade de tecnologia e estar recuperada eu pense com mais interesse no assunto (o que eu não duvido que demore muito).

Dizem por aí que as pessoas mudam, se colocadas em um ambiente transformador, que ofereça condições que levem uma pessoa a se adaptar. Mas particularmente eu acredito que adaptação não é sinônimo de mudança. A essência da pessoa não muda, muito menos suas características mais marcantes.

A minha característica mais marcante é a teimosia (veja meu perfil no Twitter). Quem convive comigo sabe que quando eu coloco algo na cabeça, dificilmente alguém consegue tirar. E é por isso que neste exato momento eu estou instalando o Debian no meu laptop, o que me faz ter que esperar 2 horas, 9 minutos e 50 segundos para baixar os pacotes, porque a imagem é netinst e minha rede é de 1MB apenas. Isso me dá um tempo bom para escrever este post, tempo aliás que ultimamente anda me faltando.

Tudo começou quando meu Windows 7 começou a dar tela azul (acreditem!). Provavelmente peguei um dos milhares de virus que circulam na rede da faculdade. A dúvida então era se eu reinstalava o Windows 7, fazia downgrade para o XP (meu filhote só tem 2GB de RAM e eu sou muito consumista), ou como alternativa instalaria uma distribuição Linux. Como eu gosto de coisas desafiadoras, escolhi o Linux.

Minha distro favorita é o Debian. Quando conheci o apt-get install foi paixão à primeira vista. Não sou usuária de alto nível, mas sou curiosa. Consegui um DVD com um amigo, mas a imagem era para processadores 64 bits, coisa que o meu coitadinho Dual Core não é. O jeito foi instalar o Kubuntu que estava na mão mesmo.

Um mês e alguns dias depois, ainda não satisfeita, pois como disse acima eu sou teimosa, e com alguns problemas com o Kubuntu, como o touchpad que não funcionava ao retornar da hibernação e o VirtualBox que insistia em dar pau, eu resolvi mudar de vez para o Debian, agora de verdade. E como, novamente, não gosto de coisas fáceis, não tinha um DVD-R para gravar a imagem e as tentativas de fazer um pendrive bootável não surtiram sucesso. Nem mesmo com a ajuda do Marcellus Pereira, com todo seu conhecimento. Resultado: depois de quase dois dias de briga com a imagem, cá estou eu instalando o Debian com um CD milagrosamente achado na empresa.

Neste exato momento, a instalação informa que faltam 1 hora, 10 minutos e 15 segundos para o fim. O que ainda me daria tempo para mais um post. Assuntos não me faltam. Tempo? Esse sim anda me tirando do sério. Ah, e meu TCC também, aliás, um dos próximos assuntos a postar aqui, se tudo der certo.

O jeito é sair e tomar um café enquanto a instalação termina.

Anúncios

2 comentários em “Nova saga com meu laptop + Linux”

  1. Explicando: “não deu certo” é relativo. O micro foi inicializado pelo pendrive, sim… no entanto, a imagem tinha um script de inicialização para CD. Mesmo montando “no braço”, lá pelo meio da coisa ele reclamava e travava.

    O jeito era gastar R$ 2,50 e comprar uma mídia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s