Chega pra lá 2013…

… porque 2014 já se espalhou.

Ufa! Que bom que acabou. Porque, oh ano difícil!

Há pessoas que acreditam que a vida é um ciclo, tempestade e bonança. Para mim é uma continuação. Tudo é uma consequência, um ano ruim você corre atrás e tenta fazer melhor, um ano bom você deixa tudo à rédea solta e (pode ser que) acabe desaguando em outra temporada desanimadora. Causa e consequência.

Aquela paradinha de fim de ano sempre me dá muita agonia. Todo mundo tirando férias, viajando, comendo até se empanturrar, para depois sentir culpa, tirando milhares de fotos para fazer inveja (porque, no fundo, é para isso que as redes sociais existem). Depois vêm as resoluções para o ano novo: comer e gastar menos, estudar e relaxar mais, blá, blá, blá. Academia nessa época nem dá para frequentar, todo mundo correndo atrás do prejuízo.

É importante termos essa pausa para pensarmos na vida, fazer uma faxina no guarda-roupa, nos papéis entulhados e, não menos importante, nas redes sociais. Penso nas pessoas como pilhas recarregáveis, uma hora precisam deixar de ser usadas para renovar as energias. Faz parte da nossa natureza parar, respirar fundo e seguir em frente.

Só que eu continuo tendo problemas com o fim de ano. Sou do contra, assumo. Prefiro visitar lugares turísticos na baixa temporada e fazer as coisas quando ninguém mais está fazendo. Porque eu gosto de ser diferente. Se tem algo que me tira do sério é  fila e lugar lotado, o que não falta nessa época. E acima de tudo esse clima de festividades me soa falso.

As minhas resoluções já estavam definidas desde agosto. Faz parte de um período de autoconhecimento e transformação que ainda está em processo. Desejos que estava guardados lá no fundo e muito bem embalados, ao ponto de quase chegar a esquecê-los, foram redescobertos e novos planos surgiram para colocá-los em prática. Porque eu sentia que alguma coisa me incomodava, mas não sabia o quê.

Confesso que estou muito feliz agora que sei que eles existem. Mesmo que os planos saiam do controle e por motivos diversos não se realize, sei que posso tentar novamente e não descansar até me sentir realizada. Não precisei de férias, nem de uma viagem, só um bom vinho e minhas divagações.

Se o ano que passou foi difícil, este continua como o outro terminou. Mas a vantagem é que ele começa como eu gostaria. Apesar da dificuldade, da correria e dos compromissos, ele está mais leve, porque foi assim que decidi e assim está acontecendo.

É muito bom você ser dona do seu futuro. O carnaval passou, então como manda a tradição, já posso dizer que seja muito bem vindo 2014!

PS: Este post está decididamente atrasado, pelo menos uns dois meses, confesso. Mas é para não perder o costume.😛

Um comentário em “Chega pra lá 2013…”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s